Solidão, dita mal-dita

Breve escrito sobre uma das facetas da Solidão, podendo ela ser em alguns casos uma forma do sujeito preservar sua singularidade frente à demanda da cultura.

Monumento [humano]

Do que somos feitos se não de restos do passado que se fragmentam no nosso presente? O inconsciente é atemporal, e embarca todas as cenas da nossa vida, confundindo-se umas com as outras.

I N D I Z Í V E L

A linguagem é meu esforço humano. Por destino tenho que ir buscar e por destino volto com as mãos vazias. Mas volto com o indizível. O indizível só me poderá ser dado através do fracasso de minha linguagem. Só quando falha a construção é que obtenho o que ela não conseguiu. Clarice Lispector | A…